Raspar a língua: entenda se realmente é necessário

Provavelmente ouviu falar que cada pedaço da superfície da língua é responsável por detectar o tipo de sabor, por exemplo me falaram que aponta é de doce as laterais Salgado mas será que isso é verdade? É necessário raspar a língua para melhor higienização?

O que é a língua?

A língua é um órgão muito importante do corpo humano, ela é formada por vários músculos, podendo ser a mais forte do corpo humano e a mais flexível.

Ela tem aproximadamente 10cm de comprimento, sendo dividida em 2 partes, a oral que é visível, e a parte faringe que fica mais para dentro.

Por fim, é composta por papilas gustativas, membrana e mucosa, que faz parte do sistema digestivo, nela se inicia a digestão.

Quais são as funções da língua?

 A principal função da nossa língua é o paladar, sentir o gosto dos alimentos, e ela consegue identificar quatro tipos de gosto, sendo eles:

  • Azedo;
  • Amargo;
  • Salgado;
  • Doce.

Na superfície da língua, existem as papilas, que são células que identificam o tipo de alimento sendo elas milhares. Se o alimento é amargo, toda a superfície sente o mesmo sabor e não só um pedaço dela.

Outra função importante  é a mastigação, onde na deglutição leva os alimentos para trás. Também consegue ajudar na articulação do som, na formação de palavras e na fonação.

Pode ser a principal aliada para ajudar no diagnóstico de algumas doenças, porque às vezes pela cor da língua ou pela falta de saliva é possível identificar um tipo de doença.

Uma das uma das doenças que pode se manifestar na língua que deixa uma alteração de cor é a saburra lingual.

Saburra lingual

 A língua é um local ideal para a proliferação bacteriana, principalmente porque é um ambiente fechado, úmido e existe o tráfego recorrente de alimentos.

Quando a pessoa tem muita sujeira na língua, ela fica esbranquiçada, o que é chamado de saburra lingual, uma película bacteriana na superfície da língua.

Primeiro, ela irá gerar um mau hálito e essas bactérias podem ser jogadas para os dentes,  podendo desenvolver tártaro, cárie e doença gengivais.

Por fim, além de fazer com que os dentes possam precisar de um procedimento estético através das facetas em resina.

Tártaro

Quando as bactérias que estão na língua passam para os dentes, começam a se misturar com as bactérias já existentes e torna-se uma gosma, a famosa placa bacteriana.

Sendo assim, quando não é removido ela vai crescendo, se multiplicando e endurecendo na superfície do dente, pois a saliva é rica em minerais.

Quando isso mineraliza em cima dos dentes se torna o tártaro, que por nome técnico é chamado de cálculo dental.

Esse tártaro só será removido através de uma ida ao dentista, por meio de instrumentos específicos.

Com isso, é importante que esse tártaro seja removido porque ele pode gerar outras doenças como a cárie e doenças periodontais.

Além dessas doenças pode ocasionar a perda, fazendo com que tenha mais consequências.

Assim como os dentes vizinhos podem querer ocupar o lugar do dente ausente, causando dentes tortos,  sendo possível resolver através do tratamento com o aparelho móvel transparente.

Cárie

A cárie é uma outra forma de denominar a deterioração do dente, estando relacionada a desmineralização da estrutura dentária.

Ela ocorre quando tipos específicos de bactérias produzem ácidos que destroem o esmalte do dente, que pode causar o amarelamento, podendo ser resolvido através das lente de contato dental.

Quando acaba envolvendo apenas o esmalte, o paciente normalmente não tem nenhum tipo de sensibilidade ou dor. Mas se a cárie começa a envolver as camadas mais profundas, torna-se espontânea, podendo chegar até na polpa, que é a parte viva do dente.

Sendo assim, poderá causar uma inflamação irreversível, que é chamada de pulpite, levando o paciente a fazer um tratamento de canal e em algumas situações, pode ocorrer até mesmo a extração do elemento dentário.

Como foi dito na situação do tártaro, é importante que o paciente procure um procedimento para não ficar sem o dente.

Se ocorrer do dente ficar ausente, poderá ter muitas circunstâncias, como os dentes ficarem tortos, podendo fazer o paciente a pesquisar sobre o aparelho de porcelana preço.

Além dos dentes tortos, sucede um desgaste neles, porquanto, os outros dentes serão mais utilizados durante a mastigação, pela falta do elemento dentário.

Sendo assim o dente será utilizado de forma excessiva e ele não tem estrutura para aguentar tanta força, gerando o desgaste.

As facetas de resina poderão ser avaliadas para a correção dos desgastes, porque são películas colocadas nos dentes que servem para modificar o modelo dele. 

Quantas vezes é necessário higienizar a língua por dia?

É importante que ela seja higienizada pelo menos uma vez por dia durante a escovação.

A ferramenta que irá utilizar para a higiene, é um raspador de língua, é possível encontrar nas farmácias e é importante raspar de dentro para fora se certificando que está limpando todas as partes da língua.

Com isso, é essencial fazer esse procedimento antes de passar o fio dental e realizar a escovação. A saburra lingual pode ser evitada através do consumo de muita água, uma higienização precisa e uma ida regular ao dentista.

7 dicas de segurança patrimonial

Empresas que lidam com produtos de alto valor, como é o caso de organizações especializadas em locação de geradores, precisam contar com alto nível de segurança, para evitar roubo e assaltos dentro e fora das dependências.

 

Para isso, é primordial investir na segurança patrimonial, que tem como objetivo, não somente a prevenção de roubos e furtos, mas também de outros delitos e acidentes que podem ocorrer, como incêndios, invasões e sequestros, por exemplo.

 

Para ajudar nessa tarefa, selecionamos 7 dicas de segurança patrimonial para aplicar e preservar o imóvel e as pessoas do local.

 

7 investimentos necessário para a segurança patrimonial

 

  1. Sistema de rastreamento de veículos: imagine uma empresa voltada ao setor construtivo que tem um grande entrega de produtos, como disco diamantado, carregadeiras, bombas, entre outros, e acaba sofrendo um roubo durante o trajeto, é um imenso prejuízo, não é verdade? Mesmo que haja seguro das mercadorias, ainda assim é uma dor de cabeça, já que coloca em risco a vida do motorista. Para evitar roubos e furtos em entregas, aplicar sistema de rastreamento é vital.

 

  1. Sistemas de monitoramento por câmeras: as câmeras de monitoramento são essenciais para a segurança patrimonial, já que durante todo o tempo, os locais internos e externos são gravados, o que na ocorrência de assaltos ou furto é possível identificar e isso gera provas que podem ser apresentadas para as autoridades.

 

  1. Iluminação: outra medida necessária é investir em um projeto de iluminação, pois, suponhamos que uma empresa industrial está realizando um processo de conserto uma máquina CNC, que deve uma de suas peças, um servomotor, danificado. Se há iluminação inadequada ou insuficiente, certamente isso prejudica o trabalho e pode causar acidentes. Ademais, uma boa iluminação ajuda a afastar criminosos.

 

  1. Cães treinados: muitas propriedades usam cães treinados para proteger o imóvel e eles também são opções para empresas, visto que ajudam a conter furtos e invasões.

 

  1. Vigilantes: outra alternativa para elevar a segurança do patrimônio é contratar vigilantes e seguranças armados, profissionais responsáveis por supervisionar as áreas, criar medidas preventivas e atuar frente a uma ação  de perigo.

 

  1. Alarmes: os sistemas de alarme são imprescindíveis em termos de segurança, pois, de violação de portas, janelas, entre outros, tipos de risco eminentemente de assaltos, roubos ou invasões, automaticamente o mecanismo emite um alerta sonoro.

 

  1. Controles de acesso: Aplicar dispositivos de controle de acesso é uma maneira de evitar a entrada de pessoas não autorizadas dentro da propriedade, sendo assim, é um investimento eficiente em segurança patrimonial.

 

Contratar uma especializada em segurança patrimonial é vantajoso?

 

Contratar uma organização especializada em segurança patrimonial é um investimento que pode ter um bom custo-benefício, já que todos os equipamentos de segurança bem como a sua manutenção são de responsabilidade da empresa, ou seja, é mais economia e praticidade.

 

Além disso, geralmente contam com profissionais preparados para atuar em diversos tipos de empresas que recebem treinamento frequente. Contudo, é indispensável uma pesquisa e obtenção de referências antes de contratar.

 

Chegamos ao fim do nosso conteúdo sobre dicas de segurança patrimonial. Esperamos que tenha ajudado. Se gostou do artigo compartilhe com amigos e nas suas redes sociais.

Conteúdo produzido pela equipe do Soluções Industriais.

Códigos da Renda é Furada? Vale a Pena? Confira Agora

Já imaginou como seria trabalhar direto da casa e só com o celular? Muita gente tem esse sonho e é exatamente isso que falaremos hoje, os códigos tributários prometem. Saiba tudo sobre o Códigos da Renda é furada, será que funciona?!

É um serviço que se torna cada vez mais popular na internet e muitas pessoas ficaram interessadas no mesmo, por causa da garantia de todos os seus benefícios. De acordo com seus criadores, você já ganha dinheiro somente com um celular.

No entanto, é pelas promessas que o produto traz, que faz com que as pessoas suspeitem se ele realmente funciona. Hoje falarei mais sobre a minha experiência com ele. Códigos da Renda quais os riscos pode ser interessante!

Será que Códigos da Renda é bom? Esta é a pergunta que muita gente tem se feito desde que conheceu esse serviço. Para que você não perca tempo, aqui, descreverei melhor este produto. Códigos da Renda quais resultados pode ajudar!

De acordo com os criadores do serviço, o Códigos da Renda qual os riscos porque aplicaram uma tecnologia completamente oculta em seu celular, que, uma vez que for devidamente configurada, pode realizar muitas funções. Mas, o que seria esta tecnologia?

Códigos da Renda é Furada

Read More

Marketing B2B: Como gerar resultados incríveis

Se engana quem pensa que apenas empresas B2C realizam ações de marketing dentro do seu dia a dia, indústrias e outros negócios B2B também implementam e podem ter resultados surpreendentes utilizando ações e estratégias voltadas para o marketing. 

 

Divulgar seu negócio sempre acaba sendo algo útil e extremamente impactante, que ajuda a gerar resultados e faz com que sua empresa de locação de grupo gerador, consiga ser cada vez mais eficiente. 

 

E isso é claro, se aplica também no setor industrial, que é um dos mais competitivos do Brasil, e ainda possui um impacto gigante no nosso país, sendo responsável por 22% do PIB e 20% da geração de empregos formais. 

 

No texto de hoje, vamos mostrar como alcançar resultados eficientes usando o marketing e como ganhar vantagem competitiva dentro do setor B2B através dessa estratégia, bora conferir? Então vamos lá!

 

Mapeie seu público e conheça muito bem as dores que eles possuem

 

O primeiro passo para gerar resultados incríveis utilizando o marketing B2B, e fazer um mapeamento completo do seu público, realize algumas pesquisas, verifique sua satisfação, e saiba exatamente, quem são as pessoas que devem consumir seus produtos. 

 

Essa área é diferente do tradicional B2C, principalmente o público no qual você contata, afinal, aqui estamos falando de um relacionamento empresa para empresa, o que muda completamente o panorama de linguagem e quem são suas personas. 

 

No B2B, o público está muito mais interessado em ter algo mais direto, sem compras por impulso ou vinculadas ao sentimento, tudo é feito de forma mais puxada para o racional, sem muitos apelos, então, é preciso identificar as dores do público, e saber como chegar neles de forma eficiente para vender sua luminária de emergência

 

Fale sobre as vantagens e benefícios dos seus produtos

 

Uma boa estratégia de marketing precisa que você ressalte o que aquele produto irá entregar para seus consumidores, como falamos acima, o B2B tende a ser mais direto e racional, então, não busque um modelo apelativo, tente oferecer soluções para problemas de maneira direta. 

 

Fale sobre as vantagens e benefícios, seja direto e apresente exatamente, o que sua empresa pode fornecer para as outras empresas, sem enrolações. 

 

Torne-se autoridade dentro do assunto

 

Outra forma de ser efetivo dentro dessa área é se tornando uma verdadeira autoridade dentro do assunto, as empresas costumam buscar parcerias e consumir produtos de indústrias que realmente sejam consolidadas dentro do mercado. 

 

Procure construir sua reputação e montar seu nome no setor onde você atua, isso ajuda no marketing, e gera reconhecimento e facilidade para que você consiga alcançar o maior número de pessoas possíveis. 

 

Utilize as redes sociais e tenha um site

 

Falando de questões técnicas, existem duas plataformas essenciais para o B2B que devem ser utilizadas na hora de fazer marketing: as redes sociais e o site. 

 

As redes sociais principalmente como Linkedin e Facebook, são ótimas ferramentas para se comunicar com seu público de forma mais descontraída e direta, montando conteúdos e apresentando soluções interativas, o que gera aproximação e até mesmo autoridade. 

 

Já o site junto com um blog, é ótimo para divulgar produtos e informações sobre seu negócio, além é claro, de ser uma opção ideal para criar e publicar conteúdos atrativos. 

Através dele, você consegue executar o marketing de conteúdo, que serve para atrair novos clientes através de conteúdos, uma maneira inteligente e totalmente orgânica de vender mais seu tubo flexível

 

Crie conteúdo relevante e atrativo

 

Falando em conteúdo, seja nas redes sociais ou nos sites, é fundamental que você crie conteúdo que seja relevante e atrativo, procure falar de forma direta com seu público, capriche na sua criação e apresente algo realmente valioso para eles. 

 

Crie vídeos, textos de blogs, infográficos e outros estilos mais interativos, procure ser extremamente relevante e atrativo naquilo que você se propõe a montar, sempre com informações cativantes e que possam ser úteis para o seu futuro consumidor. 

 

O que achou do texto de hoje? Se gostou, não se esqueça de comentar e compartilhar com seus amigos que também atuam com B2B, até a próxima!

Esse artigo foi escrito por Iago Lourenço, criador de conteúdo do Soluções Industriais.

Curadoria de conteúdo e os benefícios nas estratégias de marketing digital

A demanda por conteúdo relevante e interessante está sempre crescendo dia após dia, seja no ramo de manutenção predial ou de servomotor, só para citar alguns. Com isso, as marcas devem aumentar essa quantidade para reter a atenção de seu público. 

 

Porém, compartilhar apenas o conteúdo que as marcas criam internamente irá limitá-lo. E é aí que entra a curadoria, pois amplia os horizontes para novas possibilidades. Quer entender melhor sobre o tema? Então, vem com a gente!

 

O que é Curadoria de Conteúdo?

 

A curadoria de conteúdo é a prática de pesquisar e identificar temas significativos gerados por terceiros e compartilhá-los com seu público-alvo. Dado os benefícios que oferece, a curadoria se tornou parte das estratégias de marketing de conteúdo.

 

Com o alto volume de informações e a redução da atenção dos leitores, essa ferramenta é valiosa e conveniente e serve como bacias de contenção para todos os públicos. 

 

Use tanto para enviar estatísticas, como para compartilhar artigos ou imagens nas mídias sociais. A curadoria de conteúdo não tem limites! 

 

Benefícios da curadoria de conteúdo

 

A curadoria de conteúdo é uma estratégia de marketing valiosa e tem como um dos principais benefícios a ajuda para construção de seguidores fiéis. Com a curadoria de conteúdo, você consegue:

 

  • Encontrar novas fontes de pesquisas para sua empresa, para ajudá-lo a postar de forma consistente;
  • Aumentar a visibilidade online na busca orgânica (SEO);
  • Ficar por dentro das tendências do setor;
  • Fornecer conteúdo valioso aos leitores em vários canais sociais;
  • Compartilhar suas opiniões, reações e comentários sobre tópicos de tendências, gerando autoridade;
  • Projetar-se como um líder de pensamento;
  • Atrair novos clientes;
  • Criar confiança com seu público com ideias autênticas.

 

Encontre novas fontes de conteúdo para o seu negócio

 

Embora ter uma equipe de marketing organizada possa ser pertinente para grandes marcas, a história é muito diferente para grupos menores. Mas isso muda com a curadoria de conteúdo. 

 

Publicar consistentemente se torna muito mais fácil, pois você não terá que se preocupar em criar conteúdo original 24 horas por dia, 7 dias por semana. Tudo porque os conteúdos estão lá fora, só precisa seguir o caminho de encontrá-lo, organizar os pontos, adicionar sua ideia exclusiva e publicar.

 

Aumente a visibilidade online (SEO)

 

Por fim, a curadoria de conteúdo impulsiona o SEO e, consequentemente, a visibilidade online de maneira orgânica. Envolve um nível considerável de pesquisa em vários links e sites e uma seleção criteriosa que marca experiência, autoridade e confiança.

 

Essa averiguação e publicação mostrará quem tem verdadeira autoridade num texto sobre Limpeza de Fossa, por exemplo. 

 

Além disso, o conteúdo com curadoria geralmente incorpora links de saída para sites com bom domínio e fontes confiáveis. Isso resulta em alta qualidade e classificação nas primeiras páginas dos mecanismos de pesquisa.

 

Tudo isso junto molda novos leads, um funil de vendas recheado de clientes, respeitabilidade e muito mais!

 

Portanto, tire essas ideias do papel, chame um profissional experiente na área e conquiste aquilo que planejava e mais!

 

Gostou do nosso conteúdo? Deixe o seu comentário e compartilhe este post em suas suas redes sociais!

Conteúdo produzido pela equipe do Soluções Industriais.

Saiba como abrir um MEI

Você sabia que no Brasil 69,6% do total das empresas abertas são MEIs? São exatamente, 13.489.017 empreendimentos que se enquadram nessa categoria, ou seja, quase 7 de cada 10 empresas são Microempreendedores individuais.

 

Todo esse sucesso passa pelos benefícios de ser um MEI e pelo processo de profissionalização de muitas profissões, que antes, não eram profissionalizadas e agora através do Microempreendedor, podem ser reconhecidas e terem seus próprios benefícios. 

 

Mesmo com um número tão elevado, a tendência é que existam ainda mais pessoas abrindo o seu próprio MEI, seja para fazer doces em casa, produzir e vender seu imã de ferrite, atuar com serviços de fotografia e por aí vai. 

 

Se você é uma dessas pessoas que quer usar todos os benefícios do MEI mas está começando agora, nós vamos te ajudar! No texto de hoje, separamos todas as dicas e o passo a passo para você abrir o seu próprio MEI, bora conferir? Então vamos lá!

 

O que é o MEI?

 

Antes de detalharmos como você pode abrir o seu próprio MEI, é interessante saber exatamente o que significa esse termo, o Microempreendedor Individual, é um modelo simplificado de empresa, que foi criado principalmente, para tirar do mercado informal, trabalhadores autônomos. 

 

Ele foi instaurado em 2009 e é utilizado por quem trabalha por conta própria em atividades não regulamentadas, o que faz com que, essa pessoa possa se profissionalizar, e tornar o seu trabalho algo muito mais sério e profissional, obtendo o seu próprio CNPJ e sendo enquadrado no modelo do Simples Nacional. 

 

Cabeleireiros, doceiros, pintores, vendedores de roupas, vendedores de comida caseira ou barracas nas ruas, artesãos, fotógrafos, vendedores de produtos feitos a mão com um catalisador para tinta, entre outros, são exemplos de profissionais que podem ser MEI. 

 

Agora que você já sabe o que a sigla significa, abaixo separamos um passo a passo para você se profissionalizar e abrir o seu próprio micro empreendimento, confira!

 

Passo 1: Atender a todos os pré-requisitos

 

O primeiro passo para se tornar um MEI é verificar se você atende todos os pré-requisitos necessários, os principais são: Não ter participação em outra empresa, seja como titular ou sócio.

 

Faturar até R $81.000 por ano ou R $6.750 por mês e exercer as atividades permitidas, sendo uma principal e até 15 secundárias.

 

Passo 2: Criar sua conta no Gov.br e completar seu cadastro no Portal do Empreendedor

 

Se você se enquadra dentro dessas exigências, então o segundo passo é se inscrever, primeiro vá no Gov.br e crie a sua conta, após ter seu login e sua senha, basta entrar e ir até o Portal do Empreendedor. Dentro dele clique na opção escrita “Quero ser MEI”, e depois em “Formalize-se”.

 

Após essas etapas, basta seguir as instruções indicadas na tela, você vai completar o seu cadastro dentro do Portal Empreendedor, provavelmente colocando o número do seu título de eleitor e preenchendo o código que foi enviado por SMS. 

 

Passo 3: Definir nome fantasia, atividades e endereço

 

Com o cadastro já finalizado, é hora de começar a preencher seu questionário, dentro dele, você terá que definir o nome fantasia da sua empresa e as atividades que você irá executar como MEI, verifique a lista das que estão disponíveis e veja se você se enquadra. 

 

Depois, informe dados básicos como endereço de atuação da sua microempresa e seu endereço pessoal, alguns outros documentos como número do RG e CPF também podem ser solicitados. 

 

Passo 4: Revisar o questionário, aceitar os termos e realizar o envio

 

Com tudo feito, basta revisar o questionário e aceitar todos os termos, verifique se tudo está de acordo, suas atividades como montador de mesa rústica de madeira, também veja se os dados pessoais conferem, e aceite tudo. 

 

Passo 5: Esperar a aprovação e pagar as taxas regularmente

 

Pronto, após cumprir todos os passos acima, basta esperar seu MEI ser aprovado e pronto, depois disso é só pagar o seu DAS mensal, essa é a única taxa necessária e custa entre R$ 60 e R$ 65 reais, agora é só usufruir de todos os benefícios de ser um MEI. 

 

O que achou do texto de hoje? Acha que já está pronto para abrir seu MEI? Comente abaixo o que achou e não se esqueça de compartilhar com seus amigos e familiares caso tenha curtido, até a próxima!

Esse artigo foi escrito por Iago Lourenço, criador de conteúdo do Soluções Industriais.

4 dicas de como aplicar Inbound Marketing no e-commerce

Se você é novato no Inbound Marketing, é apenas um curioso ou quer aprimorar sua estratégia de e-commerce, parabéns! Já saiu de trás de sua mesa rústica de madeira e se focou no futuro!

 

Portanto, antes de darmos as dicas, explicaremos o que é este conceito e qual sua importância no dia a dia de qualquer ramo. Então, vem com a gente que este guia dará uma ótima noção de como aplicá-lo corretamente!

 

O que é Inbound Marketing?

 

O inbound marketing é uma metodologia que atrai os clientes criando conteúdo valioso e experiências personalizadas. Como se Luminária de emergência se acendesse e fosse impossível não se aproximar delas. A maior vantagem aqui é se concentrar na experiência do cliente.

 

Aplique essas dicas em seu e-commerce

 

O sucesso de um e-commerce começa quando os gestores entendem seus clientes. Mas essa é uma etapa que costuma ser apressada ou negligenciada durante o processo de planejamento. 

 

Portanto, reserve um tempo para isso e respeite este caminho, pois garanto que seu negócio vai colher os frutos.

 

1- Crie personas

 

Uma persona é uma representação de seu cliente ideal com base em dados reais e algumas especulações referentes aos dados demográficos, comportamentos, motivações e objetivos do cliente.

 

Para complementar, considere desenvolver perfis para ajudá-lo a entender claramente outros detalhes como hobbies e estilos de vida. Um padrão comum se dá com as seguintes ponderações:

 

  • Gênero;
  • Idade;
  • Nacionalidade;
  • Localização
  • Renda;
  • Escolaridade;
  • Cargo.

 

Em seguida, defina comportamentos específicos de e-commerce respondendo a estas três perguntas principais:

 

  • Quão novos são os compradores?
  • Com que frequência eles compram?
  • E quanto eles estão gastando?

 

2- Defina metas e objetivos de negócios

 

Embora o inbound e o e-commerce sejam semelhantes, os dois se diferem quando se trata de metas e indicadores-chave de desempenho, também conhecidos como KPIs.

 

Um KPI é uma medida que avalia o sucesso de uma organização, funcionário e etc., no cumprimento dos objetivos de desempenho. As campanhas de e-commerce, geralmente, enfatizam o crescimento financeiro e a atribuição direta mais do que as iniciativas de entrada B2B.

 

Exemplos de KPIs de comércio eletrônico incluem:

 

  • Tráfego do site;
  • Taxa de conversão
  • Valor médio do pedido;
  • Receita on-line.

 

Criar uma abordagem baseada nisso, o ajudará a alinhar as táticas e as estratégias específicas no que diz respeito aos seus clientes e seus resultados.

 

3- Otimização de mecanismos de busca

 

A otimização do mecanismo de pesquisa, também conhecido como SEO, às vezes pode parecer uma tarefa muito grande e cansativa para os profissionais de marketing. Em última análise, tudo se resume a aumentar a visibilidade orgânica do site.

 

Sendo assim, um e-commerce de armário de aço 2 portas que faça isso com cuidado e seguindo todos os parâmetros venderá mais do que outro que nem sequer leu sobre o assunto

 

4- Tenha um blog

 

Os blogs são uma faceta importante de uma estratégia de conteúdo de longo prazo. Eles compartilham informações e conhecimentos valiosos com clientes em potencial. Essas informações melhoram a confiança, aumentam a fidelidade à marca e levam a mais compras.

 

Enfim, esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado, comente e compartilhe em suas redes sociais.

Conteúdo produzido pela equipe do Soluções Industriais.