4 dicas para facilitar a adaptação de um gato com um cachorro

O uso de feromônios sintéticos é uma das medidas que ajudam no processo de adaptação

Quando pensamos em ter um pet, provavelmente, cachorro e gato serão as primeiras opções que surgirão à nossa mente. O que faz todo sentido, já que eles são animais domésticos que acompanham o ser humano há muito tempo. Mas e quando se trata de ter os dois juntos?

Apesar do que muita gente imagina, cães e gatos podem, sim, ter uma convivência harmoniosa em um mesmo lar. Isso vai depender de vários fatores, como a personalidade e a adaptação dos animais. Atitudes como separar os recipientes onde serão colocadas a ração para o gato e para o cachorro é um bom exemplo.

Se você está pensando em juntar essas duas espécies, mas tem medo de que essa união não saia conforme esperado, saiba que você não está sozinho. Para tanto, separamos tudo aquilo que você precisa saber durante o processo de adaptação entre cães e gatos.

Rivalidade entre cães e gatos: preconceito ou realidade?

Não dá para negar que haja uma certa rivalidade entre essas duas espécies tão distintas, até porque seria recusar a natureza de ambos. Tanto o cachorro quanto o gato são animais extremamente territorialistas, e isso corrobora com a ideia de que eles não podem viver juntos.

Porém, o mesmo vale para a convivência com animais da mesma espécie. Existem cachorros tão territorialistas que não suportam sequer a presença de outro semelhante e acabam partindo para a briga. O mesmo acontece com alguns gatos.

No caso da rivalidade entre cães e gatos, há também a descendência como elemento que age na parte instintiva desses animais. Os cães, sendo descendentes de lobos, acabam tendo despertado o instinto de caça ao verem animais menores, como geralmente são os gatos.

Tudo isso é importante ser dito para que haja uma compreensão de que, sim, há um fundo de verdade na rivalidade entre esses pets. A boa notícia, entretanto, é que, com os cuidados certos, cães e gatos podem conviver tranquilamente.

Crie os dois juntos desde filhotes

Essa é uma dica de ouro e que faz toda a diferença quando se trata de convivência entre um cachorro e um gato. De modo geral, é mais fácil você ensinar algo a seu animal de estimação quando ele é filhote do que quando ele já é adulto.

Então, a melhor opção é trazer tanto o gato quanto o cachorro para casa ainda bem novos. Se essa possibilidade estiver fora de cogitação, não se preocupe, pois ainda dá para criá-los juntos — o detalhe é que será exigido do tutor mais atenção e cuidado (pelo menos nos primeiros meses).

Separe os objetos de cada um

Não é porque o cachorro e o gato vão morar no mesmo lar que eles não precisem ter seus próprios objetos. Ter essa separação é importante, mais uma vez, por conta da característica territorialista das duas espécies.

Por isso, deixe minimamente afastados o comedouro e o bebedouro de cada pet, assim como o local onde cada um vai dormir. Cada um também deve ter seus próprios brinquedos, evitando possíveis brigas.

Use feromônios sintéticos

Feromônios são substâncias químicas que os seres vivos liberam para se comunicar entre si, de modo a transmitir tanto informações quanto sensações. Sendo assim, eles agem tanto para demarcação territorial quanto para acalmar e tranquilizar os animais.

Para isso é que existem os feromônios sintéticos para serem usados por cachorros e gatos, em versões como difusores, sprays e coleiras. Lembrando que é preciso ter um produto para cada espécie, já que um não consegue distinguir o cheiro liberado pelo produto do outro.

Tenha paciência

O processo de introdução de um novo animal dentro de casa pode ser bastante cansativo e requer mais cuidado, principalmente no início. O papel do tutor, nesse momento, deve ser o de conciliador, ajudando o cachorro e o gato a entenderem que ambos fazem parte daquela família.

Jamais crie situações de conflito entre os pets ou demonstre predileção por um em detrimento do outro. Ambos devem sentir-se amados e respeitados, cada um à sua maneira. Em último caso, procure ajuda de um profissional especializado em adestramento animal.