Conheça os principais modelos de gestão

A gestão é um dos pontos principais dentro de uma empresa, afinal ela é quem define a forma como você vai administrar seus colaboradores e a parte financeira, indicando de maneira mais assertiva, como seu negócio que vende armário de aço 2 portas vai funcionar de maneira geral. 

Sem um bom gerenciamento, a chance de fracasso é muito maior e a probabilidade do seu negócio fazer sucesso é quase nula, então, é sempre importante ter um modelo de gestão bem estruturado, e mais do que isso, é necessário encontrar um padrão para ele. 

Gerenciar uma empresa é uma tarefa difícil, e se você não souber como fazer e qual modelo seguir, você provavelmente terá ainda mais dificuldades. Mas, você sabe quais são os principais modelos de gestão? Afinal, não existe só um único jeito de gerenciar uma empresa, cada um realiza a gestão da forma como achar melhor e mais coerente dentro do seu negócio. 

Pensando nisso,se você ainda não conhece os principais modelos de gestão nós vamos te ajudar, no texto de hoje, separamos alguns dos mais importantes para você entender e definir qual se encaixa melhor no seu perfil, bora conhecê-los? 

 

Gestão democrática

Também conhecida como gestão participativa, a gestão democrática coloca como prioridade a opinião e o ponto de vista dos colaboradores tanto nas tomadas de decisões como na montagem dos processos e estratégias da empresa, oferecendo mais engajamento entre os trabalhadores e líderes, e gerando um sentimento de reconhecimento e união entre os funcionários da empresa. 

Essa é uma gestão que dá a mesma oportunidade a todos, reconhecendo os valores e ideias de cada pessoa, porém, quanto mais colaboradores existirem maior será a divergência de opiniões o que pode acarretar em brigas, conflitos e frustrações, então é sempre bom ficar de olho para não gerar um clima ruim dentro da sua empresa que vende mesa rústica de madeira

 

Gestão meritocrática

Como o próprio nome já indica, a  gestão meritocrática se baseia no desempenho e performance individual de cada colaborador, um trabalho bem executado pode render boas vantagens e reconhecimentos, como promoções e bonificações, enquanto um colaborador com desempenho ruim fica sem nada e pode chegar até a ser desligado da empresa. 

Esse tipo de gestão estimula o desenvolvimento das pessoas e o crescimento profissional de cada um, afinal, para alcançar o sucesso você só depende de si, o que deixa todo mundo muito mais motivado, em contrapartida, é possível criar uma competição interna, o que pode prejudicar o clima organizacional do seu negócio. 

 

Gestão com foco em resultados

Aqui não precisa explicar muita coisa, o nome já diz tudo, a gestão com foco em resultados é muito utilizada principalmente por empresas que passam por momentos turbulentos e buscam alcançar resultados rápidos e de maneira eficiente. 

Essa é uma ótima alternativa para acelerar os processos e salvar qualquer empresa que se encontra em estado grave beirando a falência, porém, ela pode ser negativa se realizada a longo prazo, utilizando ferramentas e estratégias que fogem do padrão ético da empresa. 

 

Gestão com foco em processos

Outra gestão com nome autoexplicativo, a gestão com foco em processos é completamente oposta a com foco em resultados, aqui você não quer sair atropelando tudo para alcançar resultados rápidos, e sim focar nos processos da empresa, eu sua estruturação e resposta a longo prazo. 

Isso faz com que você tenha uma porcentagem muito menor de cometer um erro dentro do seu empreendimento de tinta térmica, e consiga moldar processos bem estruturados e responsivos, o único ponto negativo seria que talvez seu desempenho fique lento e demorado, o que pode prejudicar sua gestão. 

 

Gestão autoritária

Por fim, a gestão autoritária funciona quando apenas o gestor chama a responsabilidade e possui voz ativa para lidar com todas as situações da empresa, o que faz com que tudo passe por ele e ele assume todo o desempenho, estratégias e tomadas de decisão da empresa. 

Por um lado isso é positivo, já que não existem divergências e caso ocorra alguma falha, a culpa será somente do líder, por outro lado, não ter a voz ativa dos colaboradores pode gerar um sentimento de submissão e causar insatisfação por parte dos funcionários. 

Você já conhecia todos os principais modelos de gestão? Comente abaixo qual achou mais interessante e implementaria dentro do seu negócio, não esqueça de compartilhar o texto caso tenha curtido, até a próxima!

Conteúdo produzido pela equipe do Soluções Industriais.