Saiba como abrir um MEI

Você sabia que no Brasil 69,6% do total das empresas abertas são MEIs? São exatamente, 13.489.017 empreendimentos que se enquadram nessa categoria, ou seja, quase 7 de cada 10 empresas são Microempreendedores individuais.

 

Todo esse sucesso passa pelos benefícios de ser um MEI e pelo processo de profissionalização de muitas profissões, que antes, não eram profissionalizadas e agora através do Microempreendedor, podem ser reconhecidas e terem seus próprios benefícios. 

 

Mesmo com um número tão elevado, a tendência é que existam ainda mais pessoas abrindo o seu próprio MEI, seja para fazer doces em casa, produzir e vender seu imã de ferrite, atuar com serviços de fotografia e por aí vai. 

 

Se você é uma dessas pessoas que quer usar todos os benefícios do MEI mas está começando agora, nós vamos te ajudar! No texto de hoje, separamos todas as dicas e o passo a passo para você abrir o seu próprio MEI, bora conferir? Então vamos lá!

 

O que é o MEI?

 

Antes de detalharmos como você pode abrir o seu próprio MEI, é interessante saber exatamente o que significa esse termo, o Microempreendedor Individual, é um modelo simplificado de empresa, que foi criado principalmente, para tirar do mercado informal, trabalhadores autônomos. 

 

Ele foi instaurado em 2009 e é utilizado por quem trabalha por conta própria em atividades não regulamentadas, o que faz com que, essa pessoa possa se profissionalizar, e tornar o seu trabalho algo muito mais sério e profissional, obtendo o seu próprio CNPJ e sendo enquadrado no modelo do Simples Nacional. 

 

Cabeleireiros, doceiros, pintores, vendedores de roupas, vendedores de comida caseira ou barracas nas ruas, artesãos, fotógrafos, vendedores de produtos feitos a mão com um catalisador para tinta, entre outros, são exemplos de profissionais que podem ser MEI. 

 

Agora que você já sabe o que a sigla significa, abaixo separamos um passo a passo para você se profissionalizar e abrir o seu próprio micro empreendimento, confira!

 

Passo 1: Atender a todos os pré-requisitos

 

O primeiro passo para se tornar um MEI é verificar se você atende todos os pré-requisitos necessários, os principais são: Não ter participação em outra empresa, seja como titular ou sócio.

 

Faturar até R $81.000 por ano ou R $6.750 por mês e exercer as atividades permitidas, sendo uma principal e até 15 secundárias.

 

Passo 2: Criar sua conta no Gov.br e completar seu cadastro no Portal do Empreendedor

 

Se você se enquadra dentro dessas exigências, então o segundo passo é se inscrever, primeiro vá no Gov.br e crie a sua conta, após ter seu login e sua senha, basta entrar e ir até o Portal do Empreendedor. Dentro dele clique na opção escrita “Quero ser MEI”, e depois em “Formalize-se”.

 

Após essas etapas, basta seguir as instruções indicadas na tela, você vai completar o seu cadastro dentro do Portal Empreendedor, provavelmente colocando o número do seu título de eleitor e preenchendo o código que foi enviado por SMS. 

 

Passo 3: Definir nome fantasia, atividades e endereço

 

Com o cadastro já finalizado, é hora de começar a preencher seu questionário, dentro dele, você terá que definir o nome fantasia da sua empresa e as atividades que você irá executar como MEI, verifique a lista das que estão disponíveis e veja se você se enquadra. 

 

Depois, informe dados básicos como endereço de atuação da sua microempresa e seu endereço pessoal, alguns outros documentos como número do RG e CPF também podem ser solicitados. 

 

Passo 4: Revisar o questionário, aceitar os termos e realizar o envio

 

Com tudo feito, basta revisar o questionário e aceitar todos os termos, verifique se tudo está de acordo, suas atividades como montador de mesa rústica de madeira, também veja se os dados pessoais conferem, e aceite tudo. 

 

Passo 5: Esperar a aprovação e pagar as taxas regularmente

 

Pronto, após cumprir todos os passos acima, basta esperar seu MEI ser aprovado e pronto, depois disso é só pagar o seu DAS mensal, essa é a única taxa necessária e custa entre R$ 60 e R$ 65 reais, agora é só usufruir de todos os benefícios de ser um MEI. 

 

O que achou do texto de hoje? Acha que já está pronto para abrir seu MEI? Comente abaixo o que achou e não se esqueça de compartilhar com seus amigos e familiares caso tenha curtido, até a próxima!

Esse artigo foi escrito por Iago Lourenço, criador de conteúdo do Soluções Industriais.